QUEM DEVE DECLARAR IRPF 2019 — Se Informe Agora!

Chega o mês de abril e todo mundo começa a se questionar: quem deve declarar IRPF 2019? Será que eu preciso? Como fazer isso?

Apesar de acontecer anualmente, a declaração do imposto ainda é uma incógnita para muitas pessoas. Existem algumas que preferem pagar para que outra pessoa faça, porque não sabe nem por onde começar.

Mas trouxemos agora um conteúdo muito importante e prático explicando quem deve declarar imposto de renda. Você vai entender quais são os critérios que fazer da declaração uma obrigação. Acompanhe.

IRPF 2019

Todos os meses, os trabalhadores brasileiros pagam impostos em suas folhas de pagamento. O imposto de renda é um deles, e é destinado ao governo através da receita federal.

Esse recolhimento acontece de acordo com a tabela IRPF 2019, que define qual é a alíquota, ou seja, o percentual, que deverá ser cobrado para cada salário.

QUEM DEVE DECLARAR IRPF 2019

Uma vez ao ano, todos os trabalhadores e contribuintes precisam descrever os seus rendimentos para que o imposto de renda seja conferido. É uma prestação de conta do cidadão com a receita, que acontece nos meses de abril e maio.

Isso é o imposto de renda, e esse é o motivo de sua declaração, que deve acontecer todos os anos. Mas afinal, quem deve declarar IRPF?

Saiba quem deve declarar o imposto de renda 2019

O imposto deve ser declarado todos os anos, conforme as datas divulgadas. No entanto, existem alguns casos em que a declaração se faz obrigatória. Veja quais são eles:


01. Pessoas que recebera, valores tributáveis acima de R$ 28.559,70. Neste ponto são considerados salários, aposentadoria, pensão, entre outros;


02. Recebeu valores não tributáveis superior a 40 mil reais. Aqui podemos destacar indenização trabalhista ou rendimento de caderneta de poupança;


03. Atividade rural com receita bruta superior a R$ 142.798,50;


04. Pessoas que possuam bens com cálculo de valor superior a 300 mil reais;


05. Acionistas da Bolsa;


06. Pessoas que vieram morar no Brasil definitivamente;


07. Pessoas que tiveram ganho de capital na venda de bens e direitos e pagou imposto.


Lembrando que quem não faz a declaração pode ser multado, e ainda tem o seu CPF pendente de regularização. Na prática, isso significa que a pessoa não poderá, por exemplo:

  • Fazer empréstimos;
  • Obter certidão negativa para venda ou aluguel de imóvel;
  • Tirar passaporte;
  • Prestar concurso público, entre outros.

Como declarar IRPF 2019

Quem deve declarar IRPF precisa começar fazendo o download do programa no site da Receita Federal. Na página, escolha o sistema operacional que você utiliza, e comece a baixar.

Ressaltamos que quem possui instalado no computado o programa do ano anterior, pode apenas fazer uma atualização seguindo os passos:

QUEM DEVE DECLARAR IRPF 2019


Passo 01. Menu Ferramentas – Verificar Atualizações. Com o programa pronto, quem deve declarar IRPF 2019 pode começar de duas formas: ou importando dados da declaração do ano anterior, ou começando uma nova.


Passo 02. Depois disso escolha a opção “Declaração de Ajuste Anual”. Preencha com o seu nome e CPF e comece a declarar. Será necessário escolher entre o modelo com desconto de 20% (limitado a R$ 16.754,34), ou completo, para se usar as deduções legais.


Passo 03. A seguir você começará a incluir todas as informações sobre os seus rendimentos no ano anterior. Inclua seguros, investimentos, ganhos, gastos, dependentes, etc.


Passo 04. Depois de preencher tudo, clique em “Resumo da Declaração” e siga para “Cálculo do Imposto”. Você verá um campo para incluir os dados bancários. Depois é só enviar.


Consulta IRPF 2019

Para realizar a consulta do Imposto de Renda 2019 é bastante simples, é preciso que tenha acesso a ferramenta online criada justamente para os contribuintes realizarem esse procedimento. Pois, por meio dela é possível consultar diversos serviços relacionados ao:

  • Imposto de Renda;
  • Declaração;
  • Processamento;
  • Pagamento;
  • Restituição;
  • Tabelas.

E muito mais. Confira a seguir como realizar a consulta de uma maneira simples e rápida. Acompanhe:

IRPF 2019


Passo 01. O primeiro passo a ser dado é acessar o seguinte endereço eletrônico: http://idg.receita.fazenda.gov.br/interface/cidadao/irpf/2017.


Passo 02. Feito isso, espere a pagina carregar completamente e clique na opção de “Consulta”.


Passo 03. Com os documentos em mãos é preciso que você preencha os campos que forem necessários com os dados solicitados (CPF/ano/data de nascimento/código de confirmação).


Passo 04. Por fim. Clique em realizar consulta, espere a pagina ser processada e tenha todas as informações relacionada ao imposto de renda 2019.


Saiba quem não precisa declarar imposto de renda 2019

Estão isentos da declaração de imposto de renda as pessoas que se encaixam nas seguintes situações:


01. Contribuintes cujos rendimentos mensais foram inferiores a 1.903,00;


02. Pessoas com mais de 300 mil reais em bens, mas que parte dessa propriedade esteja registrada em nome de um companheiro ou conjugue de união estável, do qual possui um relacionamento em regime parcial de bens;


03. Cidadãos que vivem exclusivamente do benefício de aposentadoria.


Restituição IRPF 2019

IRPF 2019

As pessoas que pagaram o imposto de renda a mais, terão direito de receber a restituição do IRPF 2019, desta forma, serão revistos pela Receita Federal o calculo de pagamento de cada contribuinte. Serão analisado todos os gastos submetidos em despesas médicas, para que no final de todo o procedimento você venha ter um dinheiro a receber.

Caso não tenha preenchido os seus dados bancários corretamente a restituição do imposto de renda será suspensa. Ou se caso nesse mesmo período da liberação do lote, sua conta bancaria tenha sido encerrada, o dinheiro voltará para o Banco Central. Por este motivo é essencial informar os dados corretamente, evitando maiores problemas na situação de seu imposto.

Para ver se a restituição imposto de renda 2019 já foi liberada, basta você acessar o site da Receita Federal, também poderá consultar pelo telefone da Receita Federal ou ainda baixar o aplicativo para dispositivo móvel e seguir todo procedimento necessário.


Desta forma, quem deve declarar IRPF 2019 precisa ficar atento para não perder o prazo, não ser taxado e nem ter o CPF bloqueado. Caso tenha ficado com alguma dúvida a respeito do assunto, deixe o seu comentário a seguir, para que possamos esclarece-lo o mais breve possível. Obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *