PRAZO IRPF 2019 — Saiba a Data de Entrega da Declaração

Todos os anos é aquela correria. De repente todos os noticiários estão falando do prazo IRPF 2019, mas ainda assim, há quem se perca com as datas, e deixe tudo para a última hora.

Um dos grandes problemas de deixar para fazer isso depois é que, se você tiver algum valor a ser restituído, ficará para o último lote, em dezembro. Além disso, nem sempre a declaração é simples, e você pode se atrapalhar.

A melhor forma de não correr riscos de cair na malha fina por besteira é conhecer bem o prazo IRPF. Faça a sua declaração, e deixe tudo organizado sem caos. Veja como fazer isso.

Prazo IRPF 2019

O prazo IRPF costuma ser divulgado com muita antecedência, e é uma informação amplamente espalhada. Se você acompanha noticiários, tem acesso à internet ou mantém contato com outras pessoas, com certeza vai ficar sabendo disso de alguma forma.

PRAZO IRPF 2019

Em 2018, o prazo começou a ser contado no primeiro dia do mês de março, e foi estendido até o dia 30 de abril, as 23h59. Isso quer dizer que foram exatos dois meses de tempo.

Quem não cumpre com este período estabelecido pelo IRPF 2019, está sujeito a multas. Nesse ano, a multa mínima declarada foi de R$ 165,74 com taxa máxima de 20% do imposto devido. No fim das contas, e é um bom dinheiro perdido.

Cronograma IRPF 2019

PRAZO IRPF 2019

Passada a ansiedade para fazer a declaração, e estar em dia com o prazo do IRPF, vem a pergunta: como será o cronograma de restituição dos valores?

O cronograma do Imposto de renda considera sempre a ordem de entrega da declaração. Isso significa que quem se organizou e declarou logo no começa recebe a restituição mais rapidamente.

Além disso, existem outros grupos de prioridade que podem receber antes, como:

  • Maiores de 80 anos;
  • Contribuintes portadores de deficiência física ou mental;
  • Portadores de moléstias graves;
  • Contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Veja abaixo o cronograma para quem cumpriu o prazo IRPF:

  • 1º lote: 16 de junho;
  • 2º lote: 17 de julho;
  • 3º lote: 15 de agosto;
  • 4º lote: 15 de setembro;
  • 5º lote: 16 de outubro;
  • 6º lote: 16 de novembro;
  • 7º lote: 15 de dezembro.

Quem deve realizar a declaração IRPF?

Se você não sabe se é obrigado a declarar imposto de renda, e por isso não sabe se deve se atentar ao prazo IRPF 2019, veja quais são as condições que fazem ser obrigatória a declaração:


01. Contribuintes que receberam, no ano anterior, valores tributáveis acima de R$ 28.559,70.


02. Contribuintes que receberam, no ano anterior, valores não tributáveis superior a 40 mil reais. (Exemplos: indenização trabalhista ou rendimento de caderneta de poupança);


03. Pessoas que realizaram atividade rural com receita bruta superior a R$ 142.798,50;


04. Contribuintes que possuem bens materiais com soma superior a 300 mil reais (carros, casa, etc.);


05. Acionistas da Bolsa;


06. Pessoas que voltaram ou passaram a morar no Brasil definitivamente recentemente;


07. Pessoas que tiveram ganho de capital na venda de bens e direitos e pagou imposto.


Como fazer a declaração IRPF?

É muito importante, para conseguir cumprir com o prazo IRPF, que você saiba como fazer a sua declaração, e não tenha nenhuma dúvida. E caso queira saber mais sobre o processo, acompanhe:

PRAZO IRPF 2019


Passo 01. A primeira coisa a fazer é baixar o programa do IRPF. Depois disso você poderá importar os dados de sua declaração anterior, ou começar uma nova.


Passo 02. Escolha a opção de “Declaração de Ajuste Anual”, e preencha as informações de acordo com a sua situação financeira no ano anterior.


Passo 03. Ao final você poderá adicionar seus dados bancários para caso tenha uma restituição. Depois disso é só enviar a declaração dentro do prazo IRPF.


Declaração IRPF 2019

Vamos concordar que fazer a fatídica declaração para a Receita Federal IRPF não é uma muito tarefa difícil. A primeira coisa que você precisa fazer é baixar o programa obrigatório no site oficial da Receita Federal.

Após isso, é hora de você definir o tipo de dispositivo em que vai fazer a sua declaração, para logo após realizar o download do programa. Não se preocupe, ele é seguro, rápido e prático.

Coloquei logo abaixo as etapas para você fazer a declaração do seu IRPF para a Receita Federal, de forma prática e totalmente segura. E o mais importante: uma forma que você poderá seguir sem medo, confira:

Etapa 01. Caso você já tenha declarado no ano anterior, e, portanto, já possui o programa, você pode atualizá-lo seguindo para menu Ferramentas Verificar Atualizações.

Etapa 02. Ao abrir o programa da Receita Federal você poderá escolher entre as opções: importar dados da declaração anterior, ou começar uma nova declaração. Logo após, selecione a opção “Declaração de Ajuste Anual”, e inclua o número do seu CPF.

Etapa 03. Em seguida será necessário selecionar entre o modelo com desconto de 20% (limitado a R$ 16.754,34), ou completo, para assim se usar as deduções legais.

Etapa 04. Após essa etapa, é hora de você verificar as abas, e preencher aquilo que está de acordo com a sua situação atual. Se você possui dependentes, deverá inseri-los em sua declaração.

Etapa 05. As informações como gastos com convênio médico, seguro desemprego, rescisão contratual etc. todos eles devem constar na declaração feita para a Receita Federal IRPF.

Etapa 06. Nessa última etapa você poderá acessar o “Resumo da Declaração” e logo depois o “Cálculo do Imposto”. Lá, você vai incluir os seus dados bancários, depois enviar a Declaração à Receita Federal IRPF. É importante que você sempre guarde o comprovante de seu envio, ok?

Agora que você acompanhou essas valiosas informações sobre o imposto de renda, não perca o prazo IRPF 2019 para fazer sua declaração. Caso tenha ficado com alguma dúvida, faça um comentário abaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *