DECLARAÇÃO IRPF 2019 — Aprenda a Fazer Sozinho(a)

A declaração IRPF 2019 acontece anualmente, e deixa muita gente de cabelo em pé. Apesar de ser um procedimento frequente, muita gente tem dúvidas sobre como ela acontece.

A declaração IRPF serve para que parte dos impostos recolhidos no ano sejam devolvidos a alguns contribuintes. E para que a Receita Federal tenha um controle sobre valores que circulam no país, evitando fraudes e sonegação.

Para isso, o sistema de declaração realiza um cálculo automático, e identifica os contribuintes que pagaram impostos em excesso a Receita Federal. Entenda melhor quem precisa fazer a declaração IRPF, quais são as condições para isenção e mais detalhes a respeito do Leão.

Quem deve declarar IRPF 2019?

A declaração de imposto de renda não é obrigatória a todos os cidadãos. Existem alguns requisitos para que a pessoa seja obrigada a declarar.

DECLARAÇÃO IRPF 2019

Veja quais são as alguns dos tópicos considerados na obrigatoriedade:


Requisito 01. Pessoas que receberam valores tributáveis acima de R$ 28.559,70. Neste ponto são considerados salários, aposentadoria, pensão, entre outros.


Requisito 02. Recebeu valores não tributáveis superior a 40 mil reais. Aqui podemos destacar indenização trabalhista ou rendimento de caderneta de poupança.


Requisito 03. Atividade rural com receita bruta superior a R$ 142.798,50;


Requisito 04. Bens com valor superior a 300 mil reais;


Requisito 05. Acionistas da Bolsa;


Requisito 06. Pessoas que vieram morar no Brasil definitivamente;


Requisito 07. Pessoas que tiveram ganho de capital na venda de bens e direitos e pagou imposto.


Essas são algumas das situações em que a declaração IRPF se faz obrigatória. Nesse caso, a ausência da declaração poderá gerar multas e restrições ao CPF.

Quem não precisa declarar IRPF 2019?

Dá mesma maneira que a obrigatoriedade possui alguns requisitos, existem pontos a serem considerados para que alguém seja isento da declaração IRPF.


01. São isentas pessoas com rendimento mensal inferior a 1.903,00;


02. Pessoas com mais de 300 mil reais em bens, mas que parte dessa propriedade esteja registrada em nome de um companheiro ou conjugue de união estável, do qual possui um relacionamento em regime parcial de bens;


03. Cidadãos que vivem exclusivamente do benefício de aposentadoria.


Essas são algumas das situações que podem tornar uma pessoa isenta da declaração IRPF 2019. No entanto, é importante destacar que pessoas isentas também podem fazer a declaração, se quiserem.

Em alguns casos, essas pessoas podem até mesmo obter algum valor em restituição. Por isso, se sobrar um tempo, não deixe de fazer a sua declaração imposto de renda.

Como fazer a Declaração IRPF 2019

DECLARAÇÃO IRPF 2019

Fazer a sua declaração IRPF não é nada difícil, mas é necessário atenção para poder realizar os procedimentos corretamente é importante também separar alguns documentos que você irá precisar no momento de realizar a declaração, confira quais são eles:

  • CPF de dependentes;
  • CPF e CPNJ de fontes pagadoras
  • Notas fiscais ou documentos comprobatórios;
  • Comprovante de rendimentos das fontes pagadoras
  • Comprovante de gastos dedutíveis no Imposto de Renda
  • Gastos com educação, saúde ou gastos com a previdência social.

DECLARAÇÃO IRPF 2019


Passo 01. A primeira coisa a fazer é acessar o site da Receita federal através do endereço www.idg.receita.fazenda.gov.br. Selecione o tipo de dispositivo que você vai usar para declarar, e faça download do programa.


Passo 02. Se você possui o programa do ano anterior, pode atualizá-lo seguindo para menu Ferramentas – Verificar Atualizações.


Passo 03. Em seguida, você verá uma tela para importar dados da declaração IRPF do ano anterior, ou começar uma nova. Escolha uma das opções. Se for começar uma do zero, clique em “Criar Nova Declaração”.


Passo 04. Escolha a opção “Declaração de Ajuste Anual” e incluir nome e CPF para começar. Escolha entre o modelo com desconto de 20% (limitado a R$ 16.754,34), ou completo, para se usar as deduções legais.


Passo 05. Preencha as informações de acordo com a sua situação, inclusive incluindo dependentes, se você tiver algum. Depois de preencher tudo, clique em “Resumo da Declaração” e depois em “Cálculo do Imposto”.


Passo 06. Preencha com os seus dados bancários, e clique em “Enviar Declaração. Guarde o comprovante de seu envio.


O prazo para declaração do Imposto de Renda foi de 1° de março a 30 de abril. Depois desse prazo é possível acessar o seu programa para realizar alterações e correções em sua declaração já enviada.

Pessoas que enviam a declaração IRPF 2019 no começo do prazo recebem restituição, se houver, nos primeiros lotes, que começam a ser liberados em junho, e seguem até dezembro do ano vigente.

Se ainda existir dúvidas sobre o IRPF 2019, deixe um comentário abaixo que iremos entrar em contato logo em breve. Boa sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *