RECEITA FEDERAL IRPF 2019 — Faça sua Declaração e Restituição

O assunto Receita Federal IRPF 2019 deixa muita gente confuso. Apesar de ser um procedimento anual obrigatório para muita gente, a declaração ainda causa dúvidas.

Todos os anos milhões de brasileiros são obrigados a declarar o imposto, e outros tantos o fazem mesmo sem obrigatoriedade.

Mas o que todas essas pessoas têm em comum (ou ao menos a maioria delas) é uma grande dúvida sobre como fazer, o que é, ou para que serve a Receita federal IRPF.  Vamos tirar as suas dúvidas com esse conteúdo prático e explicativo. Acompanhe.

O que é a Receita Federal IRPF 2019?

O imposto de renda é o valor anual recolhido do rendimento de todos os trabalhadores ou empresas, e entregues a Receita Federal para fins governamentais.

É um cálculo e controle a respeito dos impostos, onde é possível verificar, inclusive, valores excedentes ou faltantes descontados de cada pessoa. O IRPF 2019 é o Imposto de Renda sobre Pessoa Física, e refere-se apenas a cidadãos, e não empresas.

RECEITA FEDERAL IRPF 2019

O governo define um valor mínimo de rendimento mensal que torna obrigatória a declaração. Em 2018, por exemplo, o valor definido foi de R$ 28.559,70 ao ano, o que dá R$ 1.903,98 mensal.

Isso significa que qualquer pessoa que tenha ganhado no mínimo essa quantia por mês precisa, obrigatoriamente, fazer a declaração junto à Receita Federal IRPF.

Declaração IRPF 2019

Fazer a declaração para a Receita Federal IRPF não é uma tarefa difícil. A primeira coisa a fazer é baixar o programa obrigatório no site oficial da receita. Você pode fazer clicando aqui.

Defina o tipo de dispositivo em que vai fazer a declaração e faça o download do programa. Ele é seguro, rápido e prático.

RECEITA FEDERAL IRPF 2019


Passo 01. Quem já declarou no ano anterior, e, portanto, já possui o programa, pode atualizá-lo seguindo para menu Ferramentas Verificar Atualizações.


Passo 02. Ao abrir o programa você poderá escolher entre as opções: importar dados da declaração anterior, ou começar uma nova declaração. Em seguida, selecione a opção “Declaração de Ajuste Anual”, e inclua o seu CPF.


Passo 03. A seguir será necessário selecionar entre o modelo com desconto de 20% (limitado a R$ 16.754,34), ou completo, para se usar as deduções legais.


Passo 04. Depois dessa etapa, é hora de você passar pelas abas, e preencher aquilo que está de acordo com a sua situação. Se você possui dependentes, deve incluí-los em sua declaração.


Passo 05. Informações como gastos com convênio médico, seguro desemprego, rescisão contratual etc. devem todos constar na declaração feita para a Receita Federal IRPF.


Passo 06. Ao final você poderá acessar o “Resumo da Declaração” e depois o “Cálculo do Imposto”. Lá, inclua os seus dados bancários, depois envie a Declaração à Receita Federal IRPF. Guarde o comprovante de seu envio.


Restituição IRPF 2019

RECEITA FEDERAL IRPF 2019

Depois que você envia a sua declaração para a Receita Federal IRPF, pode ser que receba alguma restituição. Isso acontece quando o cidadão paga um valor maior do que necessário para a Receita em forma de impostos.

O próprio sistema do IR é responsável por fazer esse cálculo, e definir se há, ou não, um valor a ser restituído. Nem todas as pessoas têm direito a restituição!

No entanto, serviços com altas taxas de deduções, como é o caso das despesas médicas, costumam gerar valores a serem restituídos.

Como realizar a consulta IRPF?

Para realizar a consulta da situação de sua declaração junto à Receita Federal IRPF, você pode acessar o portal de atendimento clicando aqui. É necessário fazer um cadastro no portal, e obter uma chave de acesso.

RECEITA FEDERAL IRPF 2019

Para isso, você deve acessar o site da Receita Federal IRPF clicando aqui, e fornecer alguns dados pessoais. Acesse o e-Cac e forneça o seu CPF, o código de acesso gerado e a senha criada no cadastro.

Agora você poderá checar a situação de sua declaração enviada para a Receita Federal IRPF, e verificar a situação da mesma.

TABELA IRPF 2019 — Confira os Valores da Alíquotas

Todos os meses, os empregadores são obrigados a descontar de seus funcionários um valor referente a tabela IRPF 2019. Apesar de esse ser um assunto de grande importância, poucas pessoas realmente compreendem.

Ela é definida todos os anos, e mostra quais são os valores a serem descontados. É fundamental conhecer bem para não ter nenhum valor indevido retirado de seu bolso.

Entenda melhor o que é a tabela IRPF, e o que, exatamente, são as tais das alíquotas. Tire suas dúvidas também sobre a obrigatoriedade da declaração. Essas e outras informações estão nesse conteúdo exclusivo.

O que é a Tabela IRPF 2019?

A Tabela IRPF é estabelecida para que se tenha uma base referente ao valor a ser descontado todos os meses do salário. Esse desconto acontece em folha, e é cobrado de trabalhadores regulares devidamente registrados.

TABELA IRPF 2019

É essencial que a cada novo ano, os trabalhadores se informem a respeito dos ajustes nos valores.

A partir da tabela IRPF 2019, a Receita Federal consegue calcular os rendimentos de cada cidadão, e também os descontos das deduções. Com isso, chega-se a um resultado de alíquota e parcela a deduzir.

Alíquotas IRPF 2019

TABELA IRPF 2019

A alíquota está presente na vida de todos os cidadãos. Trata-se de uma variável de um cálculo tributário. Isso significa que a taxa varia de acordo com o valor sobre o qual ela está sendo pensada.

Sendo assim, um salário mais alto terá uma base de alíquota na tabela IRPF mais alta, enquanto salários mais baixos possuem alíquotas mais baixas.

Neste calendário, alíquota do IRPF 2019 representa um percentual de desconto sobre a base do salário recebido. Assim sendo, ela maior faz com que o desconto seja maior também.

Por isso mesmo é crucial compreender como funciona a tabela IRPF 2019, e acima de tudo compreender o impacto da alíquota sobre essa tabela, e sobre todos os serviços e produtos tributáveis.

Quem deve declarar o IRPF 2019

A declaração do Imposto de Renda é uma espécie de prestação de contas que o cidadão faz com o governo através da Receita Federal. No entanto, ela não é obrigatória a todos os cidadãos.

Veja quais são alguns dos tópicos considerados na obrigatoriedade:


01. Pessoas que receberam no ano anterior valores tributáveis acima de R$ 28.559,70. Conta-se salários, aposentadoria, pensão, entre outros.


02. Pessoas que receberam valores não tributáveis superiores a 40 mil reais. Nesse caso inclui-se indenização trabalhista ou rendimento de caderneta de poupança.


03. Atividade rural com receita bruta superior a R$ 142.798,50;


04. Pessoas que possuam bens materiais com valor superior a 300 mil reais (carros, imóveis, etc).;


05. Acionistas da Bolsa;


06. Pessoas que vieram morar no Brasil definitivamente;


07. Pessoas que tiveram ganho de capital na venda de bens e direitos e pagou imposto.


Declaração de IRPF 2019

Agora que você já entendeu o que é a tabela IRPF, é hora de saber como fazer a declaração.  Acompanhe o passo a passo abaixo para compreender melhor todo o procedimento:

TABELA IRPF 2019


Passo 01. Comece baixando o programa oficial para declarar – idg.receita.fazenda.gov.br. Quem declarou no ano anterior, pode apenas atualizar o programa já existente seguindo para menu Ferramentas – Verificar Atualizações.


Passo 02. Na primeira página do programa você deverá escolher entre as opções: importar dados da declaração anterior ou começar uma nova declaração.


Passo 03. Depois disso, escolha “Declaração de Ajuste Anual”, e inclua o seu CPF para começar a sua prestação de contas. Prossiga escolhendo entre o modelo com desconto de 20% (limitado a R$ 16.754,34), ou completo, para se usar as deduções legais.


Passo 04. Feita essa introdução, é hora de preencher os campos com as informações necessárias. Você deverá acessar as abas, e preencher aquilo que está de acordo com a sua situação.


Passo 05. Inclua seguro desemprego, rescisão contratual, e quaisquer outros valores que tenham entrado em seu rendimento.


Passo 06. Depois disso, vá para o “Resumo da Declaração” e depois o “Cálculo do Imposto”. Clique para enviar e guarde o comprovante.


Conheça a tabela IRPF 2019 para não ter descontos indevidos, e entenda os valores restituídos. E caso tenha ficado com algum tipo de dúvida, deixe o seu comentário logo abaixo e aguarde nossa resposta.

PRAZO IRPF 2019 — Saiba a Data de Entrega da Declaração

Todos os anos é aquela correria. De repente todos os noticiários estão falando do prazo IRPF 2019, mas ainda assim, há quem se perca com as datas, e deixe tudo para a última hora.

Um dos grandes problemas de deixar para fazer isso depois é que, se você tiver algum valor a ser restituído, ficará para o último lote, em dezembro. Além disso, nem sempre a declaração é simples, e você pode se atrapalhar.

A melhor forma de não correr riscos de cair na malha fina por besteira é conhecer bem o prazo IRPF. Faça a sua declaração, e deixe tudo organizado sem caos. Veja como fazer isso.

Prazo IRPF 2019

O prazo IRPF costuma ser divulgado com muita antecedência, e é uma informação amplamente espalhada. Se você acompanha noticiários, tem acesso à internet ou mantém contato com outras pessoas, com certeza vai ficar sabendo disso de alguma forma.

PRAZO IRPF 2019

Em 2018, o prazo começou a ser contado no primeiro dia do mês de março, e foi estendido até o dia 30 de abril, as 23h59. Isso quer dizer que foram exatos dois meses de tempo.

Quem não cumpre com este período estabelecido pelo IRPF 2019, está sujeito a multas. Nesse ano, a multa mínima declarada foi de R$ 165,74 com taxa máxima de 20% do imposto devido. No fim das contas, e é um bom dinheiro perdido.

Cronograma IRPF 2019

PRAZO IRPF 2019

Passada a ansiedade para fazer a declaração, e estar em dia com o prazo do IRPF, vem a pergunta: como será o cronograma de restituição dos valores?

O cronograma do Imposto de renda considera sempre a ordem de entrega da declaração. Isso significa que quem se organizou e declarou logo no começa recebe a restituição mais rapidamente.

Além disso, existem outros grupos de prioridade que podem receber antes, como:

  • Maiores de 80 anos;
  • Contribuintes portadores de deficiência física ou mental;
  • Portadores de moléstias graves;
  • Contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Veja abaixo o cronograma para quem cumpriu o prazo IRPF:

  • 1º lote: 16 de junho;
  • 2º lote: 17 de julho;
  • 3º lote: 15 de agosto;
  • 4º lote: 15 de setembro;
  • 5º lote: 16 de outubro;
  • 6º lote: 16 de novembro;
  • 7º lote: 15 de dezembro.

Quem deve realizar a declaração IRPF?

Se você não sabe se é obrigado a declarar imposto de renda, e por isso não sabe se deve se atentar ao prazo IRPF 2019, veja quais são as condições que fazem ser obrigatória a declaração:


01. Contribuintes que receberam, no ano anterior, valores tributáveis acima de R$ 28.559,70.


02. Contribuintes que receberam, no ano anterior, valores não tributáveis superior a 40 mil reais. (Exemplos: indenização trabalhista ou rendimento de caderneta de poupança);


03. Pessoas que realizaram atividade rural com receita bruta superior a R$ 142.798,50;


04. Contribuintes que possuem bens materiais com soma superior a 300 mil reais (carros, casa, etc.);


05. Acionistas da Bolsa;


06. Pessoas que voltaram ou passaram a morar no Brasil definitivamente recentemente;


07. Pessoas que tiveram ganho de capital na venda de bens e direitos e pagou imposto.


Como fazer a declaração IRPF?

É muito importante, para conseguir cumprir com o prazo IRPF, que você saiba como fazer a sua declaração, e não tenha nenhuma dúvida. E caso queira saber mais sobre o processo, acompanhe:

PRAZO IRPF 2019


Passo 01. A primeira coisa a fazer é baixar o programa do IRPF. Depois disso você poderá importar os dados de sua declaração anterior, ou começar uma nova.


Passo 02. Escolha a opção de “Declaração de Ajuste Anual”, e preencha as informações de acordo com a sua situação financeira no ano anterior.


Passo 03. Ao final você poderá adicionar seus dados bancários para caso tenha uma restituição. Depois disso é só enviar a declaração dentro do prazo IRPF.


Agora que você acompanhou essas valiosas informações sobre o imposto de renda, não perca o prazo IRPF 2019 para fazer sua declaração. Caso tenha ficado com alguma dúvida, faça um comentário abaixo!

CÁLCULO IRPF 2019 — Saiba como é Feito, Como Calcular

Como o próprio nome diz, o Imposto de Renda é incidido sobre o rendimento de cada pessoa. Mas nem todo mundo sabe como fazer o cálculo IRPF 2019.

Sem saber isso, as pessoas simplesmente acatam os descontos, e muitas vezes sequer sabem do valor que está saindo de seus salários. Por isso é fundamental entender sobre a tabela e os valores.

Trouxemos um conteúdo exclusivo sobre o cálculo IRPF, onde vamos explicar como você realizar o cálculo e ajudaremos você a entender melhor sobre esse assunto que é bem menos complexo do que parece.

Como é feito o cálculo IRPF 2019

CÁLCULO IRPF 2019

O cálculo IRPF serve para se chegar a um número que corresponderá ao desconto mensal em folha. Esse desconto representa o imposto, em si, e é destinado à Receita Federal.

O cálculo é feito considerando diferentes fatores. Por isso existe o que chamamos de tabela IRPF 2019. Nela você tem acesso a um salário médio e um número de alíquota.

No momento de calcular é considerado o salário bruto multiplicado pela alíquota do INSS menos o valor de dedução por dependente. Daí é multiplicado o resultado pela alíquota da parcela do Imposto de Renda e subtraída a parcela a deduzir do IR.

Simulação IRPF 2019

Para facilitar, você pode fazer o cálculo do IRPF através do site da Receita de forma automática e prática. Compreenda melhor no rápido passo a passo que elaboramos a seguir:

CÁLCULO IRPF 2019


Passo 01. Para isso, acesse o site – www.receita.fazenda.gov.br.


Passo 02. Em seguida preencha o campo com os gastos tributáveis do ano. Depois, informe as despesas que podem ser abatidas do cálculo da contribuição, e os gastos comprovados que reduzem o valor dos impostos.


Passo 03. Agora você terá a base do cálculo: o resultado do total de rendimentos tributáveis subtraída dos rendimentos dedutíveis. Você também terá as faixas de dedução do imposto de renda.


Passo 04. Ao final você terá o número que corresponde a alíquota efetiva. Esse é o percentual de imposto que irá incidir sobre os seus rendimentos.


Tabela IRPF 2019

A tabela IRPF é estabelecida para que haja uma base de cálculo do imposto de renda a ser aplicado em cada faixa salarial. A seguir separamos a tabela para que você possa estar visualizando e esclarecendo suas dúvidas.

Confira:

Base de cálculo (R$) Alíquota (%) Parcela a deduzir do IRPF (R$)
Até 1.903,98
De 1.903,99 até 2.826,65 7,5 142,80
De 2.826,66 até 3.751,05 15 354,80
De 3.751,06 até 4.664,68 22,5 636,13
Acima de 4.664,68 27,5 869,36

Esta tabela sofre alterações anuais. Por isso é essencial acompanhar sempre as mudanças para saber como está o cálculo do imposto. A base é o valor do INSS que é descontado.

Então é necessário também saber esse valor, caso você queira calcular seu Imposto de Renda, e entender melhor os descontos em sua folha de pagamento.

Quem deve declarar o IRPF 2019?

Apesar de ser um desconto que acontece em folha de pagamento, existem pessoas que podem ter o valor retido mesmo sem a carteira assinada. Podemos citar como exemplo:

CÁLCULO IRPF 2019

  • Trabalho não assalariado pago por pessoa jurídica;
  • Lucros de negócios realizados entre pessoas jurídicas;
  • Alugueis e royalties pagos por pessoa jurídica.

Fora essas condições, a obrigatoriedade se aplica a:


01. Contribuintes que tiveram rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70.


02. Contribuintes que tiveram valores não tributáveis superiores a 40 mil reais.


03. Pessoas que realizam atividade rural com receita bruta superior a R$ 142.798,50;


04. Proprietários únicos de bens com valor superior a 300 mil reais (isentas pessoas cujos bens estão em nome de companheiro ou cônjuge através de união com compartilhamento de bens);


05. Acionistas da Bolsa;


06. Pessoas que vieram morar no Brasil definitivamente;


07. Pessoas que tiveram ganho de capital na venda de bens e direitos e pagou imposto.


Para todas essas pessoas é fundamental saber sobre o cálculo IRPF 2019, e entender bem sobre os descontos que podem acontecer em seu salário. E caso tenha ficado com alguma dúvida, deixe o seu comentário abaixo. Obrigado!

DECLARAÇÃO IRPF 2019 — Aprenda a Fazer Sozinho(a)

A declaração IRPF 2019 acontece anualmente, e deixa muita gente de cabelo em pé. Apesar de ser um procedimento frequente, muita gente tem dúvidas sobre como ela acontece.

A declaração IRPF serve para que parte dos impostos recolhidos no ano sejam devolvidos a alguns contribuintes. E para que a Receita Federal tenha um controle sobre valores que circulam no país, evitando fraudes e sonegação.

Para isso, o sistema de declaração realiza um cálculo automático, e identifica os contribuintes que pagaram impostos em excesso a Receita Federal. Entenda melhor quem precisa fazer a declaração IRPF, quais são as condições para isenção e mais detalhes a respeito do Leão.

Quem deve declarar IRPF 2019?

A declaração de imposto de renda não é obrigatória a todos os cidadãos. Existem alguns requisitos para que a pessoa seja obrigada a declarar.

DECLARAÇÃO IRPF 2019

Veja quais são as alguns dos tópicos considerados na obrigatoriedade:


Requisito 01. Pessoas que receberam valores tributáveis acima de R$ 28.559,70. Neste ponto são considerados salários, aposentadoria, pensão, entre outros.


Requisito 02. Recebeu valores não tributáveis superior a 40 mil reais. Aqui podemos destacar indenização trabalhista ou rendimento de caderneta de poupança.


Requisito 03. Atividade rural com receita bruta superior a R$ 142.798,50;


Requisito 04. Bens com valor superior a 300 mil reais;


Requisito 05. Acionistas da Bolsa;


Requisito 06. Pessoas que vieram morar no Brasil definitivamente;


Requisito 07. Pessoas que tiveram ganho de capital na venda de bens e direitos e pagou imposto.


Essas são algumas das situações em que a declaração IRPF se faz obrigatória. Nesse caso, a ausência da declaração poderá gerar multas e restrições ao CPF.

Quem não precisa declarar IRPF 2019?

Dá mesma maneira que a obrigatoriedade possui alguns requisitos, existem pontos a serem considerados para que alguém seja isento da declaração IRPF.


01. São isentas pessoas com rendimento mensal inferior a 1.903,00;


02. Pessoas com mais de 300 mil reais em bens, mas que parte dessa propriedade esteja registrada em nome de um companheiro ou conjugue de união estável, do qual possui um relacionamento em regime parcial de bens;


03. Cidadãos que vivem exclusivamente do benefício de aposentadoria.


Essas são algumas das situações que podem tornar uma pessoa isenta da declaração IRPF 2019. No entanto, é importante destacar que pessoas isentas também podem fazer a declaração, se quiserem.

Em alguns casos, essas pessoas podem até mesmo obter algum valor em restituição. Por isso, se sobrar um tempo, não deixe de fazer a sua declaração imposto de renda.

Como fazer a Declaração IRPF 2019

DECLARAÇÃO IRPF 2019

Fazer a sua declaração IRPF não é nada difícil, mas é necessário atenção para poder realizar os procedimentos corretamente é importante também separar alguns documentos que você irá precisar no momento de realizar a declaração, confira quais são eles:

  • CPF de dependentes;
  • CPF e CPNJ de fontes pagadoras
  • Notas fiscais ou documentos comprobatórios;
  • Comprovante de rendimentos das fontes pagadoras
  • Comprovante de gastos dedutíveis no Imposto de Renda
  • Gastos com educação, saúde ou gastos com a previdência social.

DECLARAÇÃO IRPF 2019


Passo 01. A primeira coisa a fazer é acessar o site da Receita federal através do endereço www.idg.receita.fazenda.gov.br. Selecione o tipo de dispositivo que você vai usar para declarar, e faça download do programa.


Passo 02. Se você possui o programa do ano anterior, pode atualizá-lo seguindo para menu Ferramentas – Verificar Atualizações.


Passo 03. Em seguida, você verá uma tela para importar dados da declaração IRPF do ano anterior, ou começar uma nova. Escolha uma das opções. Se for começar uma do zero, clique em “Criar Nova Declaração”.


Passo 04. Escolha a opção “Declaração de Ajuste Anual” e incluir nome e CPF para começar. Escolha entre o modelo com desconto de 20% (limitado a R$ 16.754,34), ou completo, para se usar as deduções legais.


Passo 05. Preencha as informações de acordo com a sua situação, inclusive incluindo dependentes, se você tiver algum. Depois de preencher tudo, clique em “Resumo da Declaração” e depois em “Cálculo do Imposto”.


Passo 06. Preencha com os seus dados bancários, e clique em “Enviar Declaração. Guarde o comprovante de seu envio.


O prazo para declaração do Imposto de Renda foi de 1° de março a 30 de abril. Depois desse prazo é possível acessar o seu programa para realizar alterações e correções em sua declaração já enviada.

Pessoas que enviam a declaração IRPF 2019 no começo do prazo recebem restituição, se houver, nos primeiros lotes, que começam a ser liberados em junho, e seguem até dezembro do ano vigente.

Se ainda existir dúvidas sobre o IRPF 2019, deixe um comentário abaixo que iremos entrar em contato logo em breve. Boa sorte!

QUEM DEVE DECLARAR IRPF 2019 — Se Informe Agora!

Chega o mês de abril e todo mundo começa a se questionar: quem deve declarar IRPF 2019? Será que eu preciso? Como fazer isso?

Apesar de acontecer anualmente, a declaração do imposto ainda é uma incógnita para muitas pessoas. Existem algumas que preferem pagar para que outra pessoa faça, porque não sabe nem por onde começar.

Mas trouxemos agora um conteúdo muito importante e prático explicando quem deve declarar imposto de renda. Você vai entender quais são os critérios que fazer da declaração uma obrigação. Acompanhe.

IRPF 2019

Todos os meses, os trabalhadores brasileiros pagam impostos em suas folhas de pagamento. O imposto de renda é um deles, e é destinado ao governo através da receita federal.

Esse recolhimento acontece de acordo com a tabela IRPF 2019, que define qual é a alíquota, ou seja, o percentual, que deverá ser cobrado para cada salário.

QUEM DEVE DECLARAR IRPF 2019

Uma vez ao ano, todos os trabalhadores e contribuintes precisam descrever os seus rendimentos para que o imposto de renda seja conferido. É uma prestação de conta do cidadão com a receita, que acontece nos meses de abril e maio.

Isso é o imposto de renda, e esse é o motivo de sua declaração, que deve acontecer todos os anos. Mas afinal, quem deve declarar IRPF?

Saiba quem deve declarar o imposto de renda 2019

O imposto deve ser declarado todos os anos, conforme as datas divulgadas. No entanto, existem alguns casos em que a declaração se faz obrigatória. Veja quais são eles:


01. Pessoas que recebera, valores tributáveis acima de R$ 28.559,70. Neste ponto são considerados salários, aposentadoria, pensão, entre outros;


02. Recebeu valores não tributáveis superior a 40 mil reais. Aqui podemos destacar indenização trabalhista ou rendimento de caderneta de poupança;


03. Atividade rural com receita bruta superior a R$ 142.798,50;


04. Pessoas que possuam bens com cálculo de valor superior a 300 mil reais;


05. Acionistas da Bolsa;


06. Pessoas que vieram morar no Brasil definitivamente;


07. Pessoas que tiveram ganho de capital na venda de bens e direitos e pagou imposto.


Lembrando que quem não faz a declaração pode ser multado, e ainda tem o seu CPF pendente de regularização. Na prática, isso significa que a pessoa não poderá, por exemplo:

  • Fazer empréstimos;
  • Obter certidão negativa para venda ou aluguel de imóvel;
  • Tirar passaporte;
  • Prestar concurso público, entre outros.

Como declarar IRPF 2019

Quem deve declarar IRPF precisa começar fazendo o download do programa no site da Receita Federal. Na página, escolha o sistema operacional que você utiliza, e comece a baixar.

Ressaltamos que quem possui instalado no computado o programa do ano anterior, pode apenas fazer uma atualização seguindo os passos:

QUEM DEVE DECLARAR IRPF 2019


Passo 01. Menu Ferramentas – Verificar Atualizações. Com o programa pronto, quem deve declarar IRPF 2019 pode começar de duas formas: ou importando dados da declaração do ano anterior, ou começando uma nova.


Passo 02. Depois disso escolha a opção “Declaração de Ajuste Anual”. Preencha com o seu nome e CPF e comece a declarar. Será necessário escolher entre o modelo com desconto de 20% (limitado a R$ 16.754,34), ou completo, para se usar as deduções legais.


Passo 03. A seguir você começará a incluir todas as informações sobre os seus rendimentos no ano anterior. Inclua seguros, investimentos, ganhos, gastos, dependentes, etc.


Passo 04. Depois de preencher tudo, clique em “Resumo da Declaração” e siga para “Cálculo do Imposto”. Você verá um campo para incluir os dados bancários. Depois é só enviar.


Saiba quem não precisa declarar imposto de renda 2019

Estão isentos da declaração de imposto de renda as pessoas que se encaixam nas seguintes situações:


01. Contribuintes cujos rendimentos mensais foram inferiores a 1.903,00;


02. Pessoas com mais de 300 mil reais em bens, mas que parte dessa propriedade esteja registrada em nome de um companheiro ou conjugue de união estável, do qual possui um relacionamento em regime parcial de bens;


03. Cidadãos que vivem exclusivamente do benefício de aposentadoria.


Ademais, quem deve declarar IRPF 2019 precisa ficar atento para não perder o prazo, não ser taxado e nem ter o CPF bloqueado. Caso tenha ficado com alguma dúvida a respeito do assunto, deixe o seu comentário a seguir. Obrigado!

CONSULTA IRPF 2019 — Consultar Restituição e Lotes

Depois de declarar o imposto de renda, é uma baita ansiedade para saber da restituição. E você pode obter muitas informações através da consulta iRPF  2019.

O extrato de imposto de renda é disponibilizado pela Receita Federal de forma online. Isso faz com que o processo de consulta Imposto de Renda seja muito mais fácil e ágil do que antes!

Isso facilita também para que o contribuinte verifique rapidamente caso exista algum erro ou desencontro de informações em sua declaração. Saber como fazer a consulta IRPF pode evitar que você tenha problemas com a malha fina!

Para que serve a Consulta IRPF 2019?

A restituição IRPF 2019 é destinada as pessoas que tenham, no decorrer do ano, pago um valor excessivo de impostos a Receita Federal. Esse valor pode ser reavido através da declaração de imposto de renda anual.

O próprio sistema do imposto de renda é responsável pelo cálculo, a partir dos dados fornecidos pelo contribuinte, se existe algum dinheiro a ser restituído.

CONSULTA IRPF 2019

Se houver, então esse valor poderá ser recuperado através dos lotes que são liberados pela receita de junho a dezembro do ano vigente. Entenda melhor o que são os lotes no próximo tópico desse artigo.

Milhões de brasileiros declaram imposto de renda ao mesmo tempo. Para organizar o processo de restituição, a Receita federal faz isso através de lotes. Para saber se a sua restituição será devolvida agora, ou em qual lote ela virá, é necessário fazer a consulta IRPF, e acompanhar as notícias de liberação.

Consulta Imposto de Renda 2019

A consulta IRPF é uma maneira prática e ágil de verificar todas as informações a respeito de sua declaração de imposto de renda. E através dela você também pode descobrir mais sobre a sua restituição.

Fazer a consulta IRPF é muito fácil, e não tem segredo algum. Você conseguirá, através da internet, saber se a sua restituição foi liberada, e obter informações sobre como ter o seu dinheiro de volta.

Acompanhar a liberação dos lotes, e fazer a consulta IRPF com frequência é essencial para que você não perca as datas e não corra o risco de perder o seu dinheiro.

Como dissemos, fazer a consulta IRPF 2019 é muito simples. Você não precisa sair de casa, nem passar horas na espera de um telefone. Tudo pode ser feito através do próprio site da Receita Federal. Confira:

CONSULTA IRPF 2019


Passo 01. Para fazer a sua consulta IRPF você deve acessar o site através do endereço: www.receita.fazenda.gov.br. Na página você já vai ver o campo para preencher com os seus dados.


Passo 02. Forneça o número de seu CPF, escolha o ano que deseja fazer a consulta IRPF, e em seguida coloque a sua data de nascimento.


Passo 03. Depois disso é só preencher o campo designado com as letras, e clicar em “consultar”.


Passo 04. Você então verá um relatório a respeito de sua restituição – se existe algum valor, se ela foi liberada etc.


Quem tem direito à Restituição IRPF?

Tem direito a restituição aquelas pessoas que realizaram o pagamento a mais do imposto durante o ano da declaração, onde o programa de restituição realiza as contas e identifica se a pessoa teve muitas deduções com despesas médicas ou despesas escolares.

Caso a situação tenha sido ao contrário, ou seja, caso o pagamento dos impostos tenha sido menor durante o ano do que era devido, a pessoa então terá imposto a pagar.

Em casos onde o rendimento não tenha sido suficiente para entrar na faixa do imposto a pagar, a pessoa não deve impostos e também não terá imposto restituído.

Pagamento do Lotes do IRPF 2019

CONSULTA IRPF 2019

Ao todo, são liberados 7 lotes entre junho e dezembro. Para cada lote, a receita federal faz um anúncio informando quem são as pessoas que conseguirão receber a restituição.

A restituição é feita por ordem de entrega da declaração do imposto, e outros critérios.

Por isso, quem declarou logo no começo do período, acaba recebendo antes, enquanto que quem atrasou ou deixou para o final, automaticamente recebe nos últimos lotes. Geralmente segue a seguinte ordem de pagamentos:

  • Idosos;
  • Pessoas portadoras de deficiência mental ou física;
  • Pessoas com doenças graves.

Saber fazer a consulta imposto de renda é fundamental para que você consiga acompanhar de perto o valor ao qual tem direito. Use as nossas dicas, e descubra quando tiver algum dinheiro para resgatar.

Caso ainda tenha alguma dúvida relacionada a consulta IRPF 2019, é só deixar um comentário logo abaixo que responderemos assim que for possível. Boa sorte!

PROGRAMA IRPF 2019 — Baixar, Download, Declaração

Para tornar o processo de declaração do Imposto de Renda mais prático e seguro, todos os anos, a Receita Federal disponibiliza o programa iRPF 2019 para download gratuito.

Trata-se de um programa desenvolvido exclusivamente para arrecadar as informações e declarações dos contribuintes. O programa contém todos os campos para que sejam preenchidos, e é praticamente autoexplicativo.

Nesse artigo, você irá encontrar todas as informações necessárias para que possa realizar o procedimento de declaração IRPF 2019. Confira!

Programa IRPF 2019

Você vai se surpreender ao descobrir que baixar o programa IRPF é muito simples e seguro. Mesmo quem não tem muita prática com computadores poderá fazer isso.

Veja o passo a passo:

PROGRAMA IRPF 2019


Passo 01. Acesse o site para ter acesso ao programa, através do endereço www.idg.receita.fazenda.gov.br .Você será automaticamente levado a página de download.


Passo 02. Escolha o sistema operacional, o programa IRPF existe em diferentes formatos para diferentes sistemas operacionais (Windows, Linux etc.). Escolha o seu, e clique na opção referente para iniciar o download.


Passo 03. Assim que você clicar, deverá escolher uma pasta para que ele seja baixado. Escolha um lugar de fácil acesso para que você consiga encontrar o arquivo mais rapidamente.


Passo 04. Encontre o arquivo, e dê um duplo clique para acionar. Aparecerá uma mensagem perguntando se você quer executar mesmo. Aperte “sim” para continuar.


Passo 05. Selecione a opção “avançar” seguidamente para que o download comece. Ao final, aparecerá uma mensagem dizendo “Instalação concluída”.


Passo 06. Ao final da instalação, basta clicar duas vezes sobre o programa IRPF para abri-lo e começar a usá-lo. É muito simples e muito seguro.


Quem deve declarar o IRPF 2019?

Agora que você já sabe como baixar o programa IRPF, é hora de entender melhor quem deve declarar o imposto anualmente. Para algumas pessoas não há a obrigatoriedade. Descubra se você se encaixa nesses quesitos.

É obrigatório realizar a declaração anual de Imposto se você:


01. Recebeu valores tributáveis acima de R$ 28.559,70. Neste ponto são considerados salários, aposentadoria, pensão, entre outros.


02. Recebeu valores não tributáveis superior a 40 mil reais. Aqui podemos destacar indenização trabalhista ou rendimento de caderneta de poupança.


03. Realizou atividade rural com receita bruta superior a R$ 142.798,50;


04. Possui Bens com valor superior a 300 mil reais;


05. É acionista da Bolsa;


06. Voltou ou começar a morar no Brasil definitivamente recentemente;


07. Teve ganho de capital na venda de bens e direitos e pagou imposto.


Como declarar o IRPF 2019

Como você viu até aqui, baixar o programa IRPF não é difícil. Agora veja o passo a passo para realizar a sua declaração sem grandes dificuldades.

PROGRAMA IRPF 2019

 


Passo 01. Acesse o site através do endereço: idg.receita.fazenda.gov.br, clique no ícone do programa IRPF que você baixou ou atualizou para começar a sua declaração.


Passo 02. Agora você poderá importar os dados declaração do ano anterior ou iniciar um novo arquivo. Você terá as duas opções na tela, escolha aquela que se enquadra às suas necessidades.


Passo 03. Clique na opção “Declaração de Ajuste Anual”, e inclua o seu nome e CPF para começar a declarar no programa IRPF. Você também deverá, nesse passo, escolher entre o modelo com desconto de 20% (limitado a R$ 16.754,34), ou completo, para se usar as deduções legais.


Passo 04. Depois disso é só começar a preencher todas as informações de acordo com a sua situação. Avance pelas abas e confira quais são as informações necessárias de acordo com a sua situação.


Passo 05. Ao final, acesse o campo “Resumo da Declaração” e depois “Cálculo do Imposto” para ver o resultado final. Preencha os campos com os dados bancários, e envie a sua declaração através do programa IRPF.


Agora que você entendeu um pouco mais sobre como realizar o download programa IRPF 2019, não esqueça de deixar um comentário falando o que achou do nosso conteúdo escrito. Boa sorte.

ISENÇÃO IRPF 2019 — Saiba quem tem Direito e Como Solicitar!

O Imposto de Renda de Pessoas Físicas, é um imposto federal coletado pela Receita Federal do Brasil. Como o próprio nome indica, o IRPF é cobrado sobre todos os rendimentos tributáveis ​​feitos no Brasil por indivíduos, estejam eles morando no Brasil ou no exterior, existindo a possibilidade da isenção iRPF 2019.

O Imposto de Renda Individual no Brasil é deduzido da renda mensal dos indivíduos. No final de cada ano, o contribuinte tem que realizar a declaração a renda que ganhou durante o ano anterior para a Receita Federal.

No Brasil, existem três tipos diferentes de impostos cobrados sobre a renda: o IRPF, o IRPJ e o IRRF. Neste artigo, aprenderemos mais sobre o IRPF e a isenção imposto de renda.

O que é a Isenção IRPF 2019?

Ao se falar da isenção IRPF, sua demonstração de resultados normalmente é devida em março / abril do ano seguinte. Desde 2013, a Receita Federal só aceita declaração de renda enviadas on-line e via smartphones e tablets.

ISENÇÃO IRPF 2019

A isenção IRPF é a não necessidade de pagar essa dedução citada e se aplica a alguns casos especiais.

O IRPF é cobrado sobre os seguintes ganhos:

  • Rendimento do trabalho, remunerado como não remunerado;
  • Renda de aluguel ou royalties;
  • Renda de pensão judicial;
  • Renda feita de atividades rurais;
  • Correção monetária de ganhos.

As pessoas isentas do IRPF 2019 são pessoas que se enquadram nas categorias abaixo enquadradas e que buscam seus direitos de forma legal. Os seguintes tipos de ganhos estão isentos do pagamento do IRPF:


01. Rendimentos de salários abaixo de R$1.787,80 por mês;


02. Pensões até R$1.787,80 por mês. Esse valor leva em consideração a soma de todos os benefícios de aposentadoria;


03. Ganhos e dividendos de lucros que já foram retidos na fonte, como prêmios e venda de imóveis;


04. Ganhos de contas de poupança, nota de crédito imobiliário, nota hipotecária e Certificados de Recebíveis Imobiliários;


05. Benefícios da Previdência Social, como por morte ou invalidez permanente, desemprego e doença;


06. Bolsas de estudo de qualquer tipo;


07. Venda de ativos de pequenos valores – até R$20.000;


08. Venda de um único imóvel – até R$440.000;


09. Contribuições dos empregadores para um plano de previdência privada;


10. Presentes e heranças;


11. Contribuintes do IRPF.


Como pedir a Isenção IRPF 2019

Para entender mais sobre o assunto, é preciso compreender quem são os contribuintes do IRPF. Neles, estão enquadrados os que:

  • Ganharam mais de R$26.816,55 no ano anterior;
  • Ganharam mais de R$40.000 isentos de impostos;
  • Lucraram com a venda  sujeitos à tributação;
  • Tiveram receita bruta de atividades rurais acima de R$134.082,75;
  • Possuem bens, com valor superior a R$300.000 até 31 de dezembro.

É importante mencionar que esses valores mudam a cada ano, uma vez que a Receita Federal deve ajustar os valores de acordo com as novas taxas de juros e inflação para o ano novo.

ISENÇÃO IRPF 2019


Passo 01. Para solicitar a isenção IRPF é preciso acessar o site do Ministério de Planejamento através do endereço: www.idg.receita.fazenda.gov.br.


Passo 02. Efetue o download de um documento voltado para a isenção e preenche-lo com todos seus dados pessoais solicitados e enviar à Receita Federal.


É importante preencher seus dados com muita atenção, uma vez que o preenchimento inadequado pode atrasar o processo de isenção imposto de renda e prejudicar a conquista de seus direitos.

Sabendo tudo sobre a isenção do imposto de renda você se torna capaz de entender mais sobre seus direitos e deveres como cidadão e de evitar o pagamento de impostos que não se adequam a seu caso específico.

Caso ainda tenha alguma dúvida sobre a isenção IRPF 2019, deixe um comentário abaixo que iremos te responder rapidamente. Boa sorte!

COMO DECLARAR IRPF 2019 — Aprenda a fazer sua Declaração

Muitas pessoas têm dúvidas e não sabem nem por onde começar sobre como declarar IRPF 2019. Mas essa não é uma atividade muito difícil!
Todos os anos os brasileiros precisam fazer a declaração. E mesmo assim, muita gente ainda fica completamente perdida na hora de fazer o famoso IR.

Se você é uma dessas pessoas, não se desespere. Trouxemos todas as informações para tirar as suas dúvidas sobre como declarar Imposto de Renda. Vamos lhe ajudar a entender como fazer isso e forma prática e rápida.

Leia atentamente todas as informações a seguir a respeito do IRPF 2019 e saiba como é realizada a declaração do imposto de renda 2019. Confira!!

Declaração IRPF 2019

A primeira coisa que você precisa saber, antes de como declarar Imposto de Renda, é se você é obrigado a fazer a declaração. Existem alguns critérios que são usados para a obrigatoriedade. Veja quais são as condições:

COMO DECLARAR O IMPOSTO DE RENDA 2019

 


01. Quem recebeu, no ano anterior, valores tributáveis acima de R$ 28.559,70. São considerados, nesse caso, valores provenientes de salários, aposentadoria, pensão, entre outros.


02. Pessoas que receberam, no ano anterior, valores não tributáveis superior a 40 mil reais. Indenização trabalhista ou rendimento de caderneta de poupança são algumas das situações que se encaixam.


03. Praticantes de atividade rural que obtiveram receita bruta superior a R$ 142.798,50.


04. Proprietários de bens com valores superior a 300 mil reais.


05. Acionistas da Bolsa.


06. Contribuintes que passaram a morar no Brasil definitivamente.


07. Contribuintes que tiveram ganho de capital na venda de bens e direitos e pagou imposto.


É importante destacar que contribuintes que perdem o prazo de declaração estão sujeitos a multa no valor mínimo de R$ 165,74 e máximo de 20% sobre o imposto devido.

Quem não precisa declarar IRPF 2019?

Se você chegou até aqui procurando informações sobre como declarar Imposto de Renda, é importante também saber quem não é obrigado.

Existem alguns critérios, conforme citamos anteriormente, que tornam a declaração anual de rendimentos uma obrigação. No entanto, existem alguns casos em que ela é facultativa.

Tais como:


01. Pessoas com rendimento mensal inferior a 1.903,00;


02. Pessoas cujos bens somem mais de 300 mil reais, mas que parte dessa propriedade esteja registrada em nome de um companheiro ou conjugue de união estável, do qual possui um relacionamento em regime parcial de bens;


03. Cidadãos que vivem exclusivamente do benefício de aposentadoria.


Como declarar IRPF 2019

Pronto! Agora você já sabe se é obrigatório ou não, no seu caso, realizar a declaração. Agora vamos ver como declarar IRPF passo a passo. Não é nada muito complicado.

COMO DECLARAR O IMPOSTO DE RENDA 2019


Passo 1. Acesse a página da receita federal para realizar o download do programa IRPF. Para isso, basta clicar aqui. Ao abrir a página, escolha o tipo de programa operacional que você usa (Windows, Linux, iOS, etc.).


Passo 2. Depois de instalar o programa você terá a opção de importar os dados da declaração IRPF do ano anterior ou começar uma nova.


Passo 3. Passando por essa etapa, opte pela “Declaração de Ajuste Anual”, e se identifique com o seu nome e CPF em cada campo designado.


Passo 4. Escolha entre o modelo com desconto de 20% (limitado a R$ 16.754,34), ou completo, para se usar as deduções legais.


Passo 5. A seguir você começará o processo de declaração. É necessário preencher cada informação conforme a sua situação financeira no ano anterior. Tenha em mãos documentos como rendimento, holerite etc.


Passo 6. Depois de preencher tudo, clique em “Resumo da Declaração” e depois em “Cálculo do Imposto”. Você poderá ver um campo para preencher com os seus dados bancários – ele será usado se houver algum valor a ser restituído.


Passo 7. Clique em “Enviar Declaração. Guarde o comprovante de seu envio.


Isenção IRPF 2019

A restituição é efetuada em lotes, sendo que o primeiro começa em junho e o último acontece em dezembro. Ela é liberada por ordem de entrega da declaração – quem faz a entrega mais rapidamente, recebe o valor antes.

Agora você pode descobrir como declarar imposto de renda, e viu que isso não é uma tarefa tão complicada quanto parece.